IV ENPJA conta com a participação de pesquisadores de todas as regiões do País

Como engajar as populações locais para repensar o impacto das desigualdades e injustiças ambientais quando há predomínio da agenda internacional na cobertura jornalística sobre mudanças climáticas? Esta foi uma das questões que orientou as mesas de debate do IV Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental, ocorrido na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Fabico/UFRGS), em Porto Alegre, na última semana.

Os palestrantes ressaltaram as questões políticas, econômicas e sociais que envolvem as mudanças climáticas e a importância de o jornalismo recorrer a fontes para além das oficiais e as do campo científico a fim de sensibilizar a população. O conferencista de abertura do evento, o pesquisador espanhol Rogelio Fernández Reyes, afirmou que estamos em momento de transição para uma nova etapa do Jornalismo, calcada na sustentabilidade e em um processo de mudança cultural por consequência.

Rogelio Abertura

O evento também buscou unir teoria e prática através de depoimentos como o da jornalista Liana John, de São Paulo, que falou sobre seus 40 anos de experiência na realização de reportagens ambientais.

O destaque desta edição ficou por conta da Iniciação Científica. Com o objetivo de valorizar e incentivar a continuidade dos trabalhos dos graduandos em Jornalismo, a sessão foi privilegiada na programação para que todos os participantes do evento pudessem acompanhar as discussões propostas pelos estudantes. De acordo com a coordenadora geral do IV ENPJA, a professora da Fabico/UFRGS Ilza Girardi, o evento buscou facilitar o acesso dos participantes, especialmente os de Iniciação Científica, com a oferta de inscrições a valores populares.

Outro ponto alto foi a programação cultural: a dupla de voz e violão Clarissa de Baumont e Daniel Keller interpretou canções de protesto do período da ditadura militar no Brasil; já a atividade com a facilitadora de danças circulares Patrícia Preiss teve como objetivo estimular a conexão dos participantes entre si e com o ambiente. Na ocasião, também ocorreu o lançamento do e-book gratuito Jornalismo Ambiental: Teoria e Prática, que pode ser baixado através do site jornalismoemeioambiente.com.

Clarissa e Daniel

O IV ENPJA foi organizado pelo Grupo de Pesquisa Jornalismo Ambiental UFRGS/CNPq e pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGCOM/UFRGS), com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), da Pró-Reitoria de Pesquisa da UFRGS (Propesq), da Fabico/UFRGS, do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul (NEJ-RS) e da Rede Interdisciplinar e Multidisciplinar de Pesquisa Desenvolvimento Sustentável e Mudanças Climáticas, vinculada ao Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados da UFRGS (RIMP/ILEA).

Texto e fotografias de Débora Gallas Steigleder

 

Evento discute Jornalismo Ambiental na prática e na pesquisa

O IV Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental (ENPJA) recebe convidados nacionais e internacionais para debater a função social do jornalismo diante das problemáticas ambientais mais prevalentes da atualidade, com destaque para as mudanças climáticas. O evento ocorre em 27 e 28 de setembro (quinta e sexta-feira) na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre (FABICO/UFRGS: Rua Ramiro Barcelos, 2705, Campus Saúde).

Nesta edição, além da apresentação de trabalhos científicos nas categorias Comunicações Livres e Iniciação Científica e do lançamento de livros da área de jornalismo e meio ambiente, o evento contará com quatro mesas e palestras. O destaque fica por conta da conferência de abertura, Um jornalismo em transição diante das mudanças climáticas, que contará com a participação do professor da Universidade de Sevilha (Espanha) Rogelio Fernández-Reyes. O pesquisador trabalha com jornalismo ambiental, a comunicação das mudanças climáticas e a comunicação de alternativas socioambientais.

A mesa Mudanças Climáticas e as relações com a imprensa debaterá as interfaces entre a pesquisa científica sobre mudanças climáticas e os meios de comunicação. Os convidados são o professor do Departamento de Geografia da UFRGS e diretor do Centro Polar e Climático (CPC/UFRGS), Francisco Eliseu Aquino, a professora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFRGS e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Tecnologia, Meio Ambiente e Sociedade (TEMAS) Lorena Fleury e a jornalista e pesquisadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos em Ciências Sociais e Sustentabilidade (NIECSS) e da Rede Ibero-americana de Pesquisa em Ambiente e Sociedade Gabriela Di Giulio.

No dia 28, a mesa Jornalismo Ambiental: diálogos entre Brasil e Colômbia contará com a presença da jornalista, escritora e professora brasileira Liana John, que atua profissionalmente há mais de 40 anos e, neste período, participou de diversas publicações sobre a temática ambiental, e da participação por videoconferência da professora Maryluz Vallejo, da Pontificia Universidad Javeriana (Colômbia), que também é repórter e editora cultural do jornal El Mundo de Medellín.

Já a mesa de encerramento, Divulgação de informações climáticas e prevenção de desastres, será composta por Andrea Santos, representante do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas, e por Eloisa Beling Loose, pós-douroranda em Comunicação pela UFRGS e pesquisadora em jornalismo e mudanças climáticas, contemplada pelo Prêmio Capes de Tese na área de Ciências Ambientais, em 2017, pelo trabalho “Riscos Climáticos no Circuito da Notícia Local: Percepção, Comunicação e Governança”.

Inscrições

Ainda há vagas para participação de ouvintes com direito a certificado ao final das atividades. Estudantes de graduação pagam R$ 20,00; estudantes de pós-graduação, R$ 30,00; e os professores e profissionais, R$ 50,00. O pagamento da taxa de inscrição deve ser feito por meio de depósito na conta do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul (NEJ-RS), com envio posterior do comprovante de pagamento para o e-mail encontrojornalismoambiental@gmail.com.

O IV ENPJA é uma realização do Grupo de Pesquisa Jornalismo Ambiental UFRGS/CNPq e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGCOM/UFRGS), e conta com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS (FABICO/UFRGS), do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul (NEJ-RS), da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental (RBJA) e da Rede Interdisciplinar e Multidisciplinar de pesquisa Desenvolvimento Sustentável e Mudanças Climáticas, vinculada ao Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados da UFRGS (RIMP/ILEA).

IV ENPJA ocorre em setembro

Capa Facebook 2

A quarta edição do Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental (ENPJA) será nos dias 27 e 28 de setembro na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre. Neste ano o evento contará, além das já tradicionais sessões de apresentação de trabalhos orientados para o Jornalismo Ambiental, programação voltada para a reflexão e debate do Jornalismo e Mudanças Climáticas, uma das questões ambientais mais atuais e urgentes do nosso tempo.

Além de ser uma edição temática, a edição de 2018 traz outra novidade: a inclusão da relatoria nas sessões de Comunicações Livres. A proposta busca qualificar ainda mais a discussão do tema.

O IV ENPJA possui uma categoria de Iniciação Científica, dedicada à formação de jovens pesquisadores, e uma de Comunicações Livres. Os trabalhos científicos podem ser enviados até dia 9 de julho, segundo as orientações do template, para o e-mail: encontrojornalismoambiental@gmail.com. Para mais informações sobre a chamada de trabalhos, confira a aba “Normas”.

Jornadas PPGCOM/UFRGS: o papel do jornalista diante dos conflitos ambientais

logo_ppgcom

O Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGCOM/UFRGS), a linha de pesquisa em Jornalismo e Processos Editoriais e o Grupo de Pesquisa em Jornalismo Ambiental (CNPq/UFRGS) realizam, nos dias 16 e 17 de junho de 2016, jornada de estudos com o tema Jornalismo e Conflitos Ambientais. O evento ocorre no Auditório 1 da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS (Rua Ramiro Barcelos, 2705, Campus Saúde, Bairro Santana, Porto Alegre-RS). As inscrições, gratuitas, podem ser realizadas neste formulário.

Por meio de uma abordagem multidisciplinar, o encontro debate o papel social do Jornalismo para a democracia, considerando-o como um dos agentes no processo de comunicação de riscos e na cobertura dos conflitos ambientais. Entre os palestrantes confirmados, estão a repórter Jessica Mota, da Agência Pública, o pesquisador uruguaio e jornalista independente Victor Bacchetta, o professor Felipe Milanez, da Universidade Federal do Recôncavo Baiano e colunista da revista Carta Capital, além de pesquisadores da Universidade Federal de Santa Maria e UFRGS.

Os temas em discussão envolvem a conduta dos jornalistas e o interesse público frente aos conflitos ambientais, as especificidades teóricas do conceito de conflito ambiental e os dilemas acerca da mineração após o desastre ocorrido em Mariana (MG) no ano passado. Confira a programação completa a seguir. Para mais informações, entre em contato com a organização pela página do grupo no Facebook ou pelo e-mail pesquisajornalismoambiental@gmail.com

O Grupo de Pesquisa em Jornalismo Ambiental UFRGS/CNPq é coordenado pela professora titular da FABICO e do PPGCOM/UFRGS e Doutora em Comunicação Ilza Maria Tourinho Girardi. O grupo é responsável pela organização de eventos acadêmicos como o Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental, cujas edições mais recentes ocorreram em Porto Alegre no ano de 2014 e em São Paulo, em 2015.

Programação Completa, clique a seguir.

Continue Lendo“Jornadas PPGCOM/UFRGS: o papel do jornalista diante dos conflitos ambientais”

Anais do III ENPJA – ISSN 2359-2230

Já estão disponíveis os Anais do III Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental. O ISSN da publicação é 2359-2230. Os artigos apresentados nas sessões de Comunicações Livres e Iniciação Científica podem ser acessados em site próprio.
O III ENPJA aconteceu em São Paulo, em outubro de 2015. O encontro integrou a programação do VI Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental, cujo tema foi o “Mundo em Transição”.
O próximo ENPJA acontece em 2017 e o local ainda não está definido. Acompanhe pelo blog novas informações.

Call for papers III ENPJA

A Comissão Científica do Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental (ENPJA) torna pública a chamada de trabalhos para a terceira edição do evento, a ser realizada em 20 e 21 de outubro no SESC da Vila Mariana, em São Paulo – SP, durante o VI Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental(CBJA). O ENPJA acolhe textos de pesquisadores brasileiros e estrangeiros que abordem temáticas concernentes ao binômio jornalismo e meio ambiente.

Coordenação Científica
Cláudia Herte de Moraes (GPJA, UFSM)
Eliege Fante (GPJA)

Leia o edital completo.

Curta a página do ENPJA no Facebook.

Anais do II ENPJA – ISSN 2359-2230

Os anais do II Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental estão disponíveis em site próprio. O ISSN da publicação é 2359-2230.

Estão disponíveis os artigos apresentados nas sessões de Comunicações Livres, Iniciação Científica e Relatos de Experiência.

O III ENPJA será realizado em São Paulo, em 2015. Acompanhe as informações aqui pelo site. A chamada de trabalhos será divulgada no decorrer do primeiro semestre do ano.

Anúncios

IV ENPJA ocorre em setembro

A quarta edição do Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental (ENPJA) será nos dias 27 e 28 de setembro na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre. Neste ano o evento contará, além das já tradicionais sessões de apresentação de trabalhos orientados para o Jornalismo Ambiental, programação voltada para a reflexão e debate do Jornalismo e Mudanças Climáticas, uma das questões ambientais mais atuais e urgentes do nosso tempo.

Além de ser uma edição temática, a edição de 2018 traz outra novidade: a inclusão da relatoria nas sessões de Comunicações Livres. A proposta busca qualificar ainda mais a discussão do tema.

 

 

 

III ENPJA – Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental

Apresentação

Cláudia Herte de Moraes; Eliege Fante (p.1-2)

Questões metodológicas na pesquisa em Jornalismo Ambiental: uma análise de conteúdo dos artigos apresentados no II ENPJA

Amli Paula Martins de Miranda (p.3-17)

Jornalismo Ambiental: Respeito à informação e militância

Isabella Holouka; Prof. Dr. Angelo Sottovia Aranha (p.18-30)

Mobilização e ativismo: uma análise sobre o lugar do jornalismo ambiental no “dever ser” da prática jornalística

Eutalita Bezerra da Silva (p.31-44)

Pensando o Jornalismo Ambiental sob a ótica dos riscos climáticos

Eloisa Loose (p. 45-63)

Sobre o entrelace entre memória e silêncio na produção do Jornalismo Ambiental: um horizonte para a pesquisa

Janaíne dos Santos (p. 64-77)

O Ambiental do Jornalismo: diferentes perspectivas, diferentes práticas

Ângela Camana (p.78-92)

Cidadania de seres não humanos e ecossistemas: pressupostos para proposta em educomunicação e jornalismo ambiental

Simão Farias (p. 93-107)

Discursos possíveis do Jornalismo Ambiental em coberturas sobre as transformações nas cidades brasileiras

Débora Gallas (p.108-120)

As interfaces jornalismo e meio ambiente: um olhar sobre a revista Amazônia S/A

Fernando Augusto dos Santos; Felícia Lanay de Souza do Nascimento; Karolini de Oliveira; Priscila Cristina Miranda de Araújo; Francielle Maria Modesto Mendes (p.121-138)

A cobertura jornalística de questões sócio-ambientais: Um estudo de caso da Revista Veja

Jordânia Bispo Rocha; Sarah Teófilo Marcelino (p. 139-152)

As racionalidades presentes na cobertura da Baía da Babitonga no jornal A Notícia

Augusta Gern; Myrian Del Vecchio (p.153-171)

Jornalismo infantil: a abordagem ambiental na Revista Recreio

Jorge Salhani; Isabela Giordan João Pedro Ferreira; Prof. Dr. Angelo Sottovia Aranha (p.172-187)

Meio ambiente nos jornais Folha do Noroeste e O Alto Uruguai: análise de conteúdo sobre gêneros, editorias, temas e fontes

Karine Ruviaro; Cláudia Herte de Moraes (p.188-216)

Fotografia e meio ambiente: possíveis usos e interpretações

Heloisa Souza dos Santos; Eliza Bachega Casadei; Lara Stefany Pires; Marcos Cardinalli (p.217-237)

Apontamentos sobre Jornalismo Ambiental, Fotojornalismo e Discurso

Sarah Bueno Motter (p.238-251)

Estudo de caso sobre a comunicação do Projeto Água e Gestão: o desafio de comunicar para a América Latina

Eloiza Dal Pozzo Chibiaqui; Vanessa Demarchi Peron (252-264)

Esverdeando a pauta jornalística no Araguaia: a assessoria de comunicação do projeto “Cuidando de Nossas Águas”

Kayc Pereira Alves; Alexandre Arcangelo; Jociene Carla Bianchini Ferreira (p.265-284)

Licenciamento ambiental, comunicação de organizações e jornalismo: estudo sobre Plano de Comunicação Social na exploração de petróleo e gás na Amazônia

Ana Luísa Funchal Oliveira (p.285-297)

Agrotóxicos na mídia: uma trajetória do caso do Leite Humano Contaminado

Raíza Tourinho (p.298-315)

Dez anos de transgênicos no Brasil: uma análise de conteúdo de reportagens veiculadas nos programas “Caminhos da Reportagem” da TV Brasil e “Matéria de Capa” da TV cultura

Priscila Rose Junges; Cláudia Herte de Moraes (p.316-341)

A notícia online sobre meio ambiente no estado de Mato Grosso: a escolha das fontes sob a perspectiva das teorias interacionista e estruturalista

Ana Carolina de Araújo Silva; Eduardo Fernando Uliana Barboza (p.342-357)

A relação homem x animal na mídia: uma análise das editorias especializadas

Eveline Teixeira Baptistella; Juliana Abonizio (p.358-373)

 

Apoio:

apoio1

II ENPJA – Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental

Apresentação (p. 1-2)

COMUNICAÇÕES LIVRES

Homem, natureza e poder: breve panorama do jornalismo literário ambiental brasileiro

Simão Farias Almeida (p. 3-17)

Os problemas socioambientais e o papel das agencias financiadoras: o BNDES e o caso das hidrelétricas na Bacia do Alto Paraguai

Rafael Chiaravalloti e Sílvia Santana (p. 18-39)

As representações sociais nos enquadramentos de notícias sobre as mudanças climáticas na imprensa brasileira

Robério Daniel da Silva Coutinho, Heitor Costa Lima da Rocha e Laudiélcio Ferreira Maciel da Silva (p. 40-60)

Meio ambiente e Desenvolvimento no discurso do jornalismo de economia: a questão energética no jornal Valor Econômico

Veridiana Dallavecchia (p. 61-81)

Jornalismo Ambiental e o acontecimento discursivo: a teoria dos sistemas vivos e a cooperação no ambiente de produção jornalística

Carlos Dominguez (p. 82-102)

O discurso da sustentabilidade nas redes sociais: uma análise das interações no Facebook durante a Rio+20

Lara Corrêa Ely (p. 103-122)

Análise dos estudos sobre a pesquisa em comunicação e meio ambiente no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)

Isabelle Azevedo Ferreira  (p. 123-140)

Dimensões da Investigação no Jornalismo Desastre: o lugar dos contextos ambientais em coberturas de inundações

Luiz Claudio Ferreira  (p. 141-164)

Jornal do Commercio e as enchentes de 2010 e 2011 em Pernambuco

Isaltina Maria de Azevedo Mello Gomes, Débora Souza de Britto, Igor Elias Gomes, Julia Arraes de Alencar e Marcela Barbosa Lins  (p. 165-183)

Desintrusão da Terra Indígena de Marãiwatsédé: as matérias publicadas no jornal A Gazeta, de Cuiabá (MT)

Patrícia Kolling  (p. 184-200)

Reflexões sobre o papel do Jornalismo Ambiental diante dos riscos da sociedade contemporânea

Eloisa Loose e Angela Camana  (p. 201-219)

Enquadramentos sociossemióticos em notícias sobre enchentes: a construção de vínculos com o receptor

Jane Mazzarino e Vinicius Flores  (p. 220-238)

O webjornalismo na cobertura da resistência e do arborecídio em Porto Alegre

Cláudia Moraes e Eliege Fante  (p. 239-263)

Representações de meio ambiente no programa Globo Repórter

Danielle Tavares Teixeira  (p. 264-282)

Jornalismo ambiental: apontamentos para uma análise do discurso engajado

Ana Silva e Eduardo Barboza  (p. 283-296)

Cúpula dos povos na Rio+20: vozes em destaque pela cobertura da Rede de Notícias da Amazônia

Antonia Costa da Silva  (p. 297-315)

O discurso da Veja sobre meio ambiente: uma análise comparativa da Eco92 e da Rio+20

Noêmia Félix da Silva  (p. 316-334)

Imprensa, cidade e cidadania: análise das fontes na cobertura do jornal Zero Hora sobre o impacto ambiental das obras da Copa do Mundo de 2014 em Porto Alegre

Débora Gallas Steigleder  (p. 335-352)

Mudanças Climáticas na Televisão: Um estudo de recepção no Brasil

Bárbara Henriques  (p. 353-371)

Os sentidos do verde nas páginas de Zero Hora: uma análise da cobertura sobre a implantação da fábrica de Plástico Verde

Jaqueline Sordi  (p. 372-390)

INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Zero Hora e G1: Análise jornalística sobre a cobertura do incêndio na Estação Ecológica do Taim

Jessyca Bolzan, Maira Kempf e Cláudia Moraes  (p. 391-407)

Desafios para o Jornalismo Ambiental no Brasil: o exemplo da série de reportagens Viúvas do Veneno

Camila Lopes e Daniel Lemos  (p. 408-428)

Notícias sobre meio ambiente no jornal o Alto Uruguai: gêneros jornalísticos, editorias jornalísticas, análise de conteúdo e de conotação da mensagem no primeiro semestre de 2012

Karine Ruviaro, Vandressa Garzón e Cláudia Moraes (p. 429-457)

PEC 215: A Narrativa Social nos Caminhos do Discurso Midiático

Dandara Palmares de Morais, Sckarleth Alves Martins e Gesner Duarte  (p. 458-477)

A cobertura de um desastre ambiental: construção da informação no jornal Zero Hora

Sarah Bueno Motter  (p. 478-501)

RELATOS DE PRÁTICAS E EXPERIÊNCIAS

Mobilização e Governança do Conselho Gestor: Caso do Mosaico Central Fluminense

Francisco Pontes de Miranda Ferreira (p. 502-518)

Projeto piloto de Comunicação Ambiental dissemina práticas sustentáveis do Pantanal nas ondas do rádio

Bárbara Cunha Ferragini  e Allison Ishy   (p. 519-538)

Gestão Estratégica da Comunicação: Estudo de caso – Instituto Terra Brasilis

Fernando Antônio Pacheco Silva (p. 539-562)

Licença Creative Commons
Anais do Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo Ambiental de ENPJA está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.enpja.com.br.

APOIADORES II ENPJA

Apoiadores